Atenção e Colo para os bebês

Olá Adorável Mãe!!! Tudo bem com você?

Hoje eu estou aqui para compartilhar com vocês um pouco sobre Atenção e Colo para o bebê!
Quem me conhece sabe o quanto defendo esse conceito de amor em larga escala, muito carinho, muito colo e muito
peito também!

Desde a gravidez eu ouvia a expressão “tem que deixar o bebê chorar”. Isso sempre me incomodava, porque eu
realmente não entendia o motivo pelo qual as pessoas pensavam dessa maneira. Sempre defendi a seguinte ideia:
A minha filha passou mais tempo dentro da minha barriga do que fora dela, que motivos eu tenho para que,
agora, eu deixe de fornecer tudo o que até então ela tinha em livre demanda (amor, aconchego, e alimento, por
exemplo).

Lendo muito sobre o assunto entendi que os bebês não nascem com capacidade cognitiva de manipular pessoas. Não
possuem a ideia de que o chorar trás uma recompensa. Nós adultos queremos manipular as pessoas, as crianças
Não! Algumas linhas de pensamentos defendem que os bebês começam a entender causa e efeito quando estão quase
completando 01 ano, já outros defendem que esse entendimento acontece a partir dos 02 anos.

Bebês choram porque precisam de algo. Atualmente há pesquisas que indicam que quanto mais vezes e mais rápidos
os bebês são atendidos, mais seguros serão. Agindo desta forma dizemos ao bebê: Olha meu amor, o mundo é um
lugar seguro, fique tranquilo!

O choro é instintivo e não manipulatório. A tendência é que se deixamos o bebê chorar, aos poucos a gente se
acostuma e fica mais insensível às necessidades da criança. A ideia é não estimular o choro. Deixar o seu
filho mais seguro, porque o bebê vai entender que você estará sempre ali para qualquer necessidade.

Lembre-se, o choro é a única forma de comunicação. Bebês choram porque sentem fome, frio, calor, estão com a
fralda suja, estão com medo, estão entediados, enfim, choram por inúmeros motivos, mas tenha sempre em mente
que o único motivo pelo qual eles não choram é para nos irritar. Às vezes é bem difícil, eu sei, mas faça um
esforço e tente sempre se colocar no lugar da criança! Ajuda muito =)

Essas são algumas ideias que carrego no meu coração e compartilho com vocês. Espero sempre inspirar alguém.

Não deixe de curtir, comentar e compartilhar!

Um super beijo e até a próxima!


Fonte:
Psiquiatria e tóxico dependência
Facebook Soluções para Noites sem choro

Deixe seu comentário