Dicas para seu bebê dormir melhor

Olá Adorável Mãe!!! Tudo bem com você?

Hoje estou aqui para contar um pouco da nossa dificuldade com sono da Lis e também compartilhar dicas valiosas que nos ajudaram muito.

As primeiras noites não foram diferentes da maioria dos bebês: ajuste de horários, poucas horas de sono, cólicas e tudo mais. Porém, logo nos primeiros vinte dias o sono da pequena começou a fluir muito melhor. Parecia um sonho! A Lis dormia em média 10 horas seguidas!

Até que chegaram as férias e começou o caos! Viagens, passeios e a falta de rotina tiraram nossa filhota dos eixos e nossa saga começou. Nessa época ela estava com quase 3 meses.

Foram dias e noites terríveis, nada do que tentamos fez com que ela dormisse bem. Médicos, calmantes, homeopatia, orações, mamadeira (a partir do sexto mês), enfim….Nada!

Não entendíamos porque aquilo estava acontecendo. O que nós estávamos fazendo de errado? Será que ela não gostava de dormir? Ou queria ficar “brincando” o tempo todo?

Lis acordava chorando praticamente a cada hora e precisava ser amamentada e ninada para voltar a dormir. Isso durou até os 9 meses quando eu já no auge no cansaço físico e emocional,  fui buscar ajuda de uma profissional: Consultora do sono.

E foi pesquisando muito que encontrei a Michele da Maternity Coach. Ela nos ajudou e nós ajudamos a nossa pequena. Depois de muito trabalho árduo, entramos nos eixos e agora posso dizer que temos ótimas noites de sono. Por isso, quero compartilhar algumas dicas com vocês:

  • Crie uma Rotina. Viramos praticamente um quartel general. Havia hora para tudo. Rigorosamente pontuais. Hora para acordar, para comer frutas, soneca, almoçar, lanchinho da tarde, jantar, para o ritual do sono e para ir pra cama. Todos os dias as mesmas coisas, nas mesmas horas!
  • Crie um ritual do sono. Os bebês não são como os adultos que sabem o momento de ir para a cama, por isso precisam do ritual do sono para entender a hora certa para dormir. O ritual é composto por algumas atividades, como se fosse um “passo a passo” e deve ter pelo menos 6 ações. Por exemplo: tomar banho, trocar de roupa, fechar a cortina, apagar a luz, amamentar, cantar uma canção, fazer uma oração, dar boa noite para o papai, enfim, esses são só alguns exemplos. Quando decidi como seria o nosso ritual do sono, deixei tudo anotado em um papel e fixei na porta do guarda roupa para não correr o risco de esquecer. Porque é realmente muito importante que todos os dias tudo aconteça na mesma ordem!
  • Não abra exceções. Foi bem difícil no começo. Eu fiquei “trancada” em casa por várias semanas para fazer com que a rotina ficasse bem fixa na mente da Lis. Após esse longo período, abrimos exceção uma vez por semana para alterar a rotina e agora depois de quase 5 meses abrimos exceções com um pouco mais de frequência, mas sempre de forma organizada e alternada, tentando respeitar ao máximo o sono da Lis. 
  • Ensine seu bebê a dormir sozinho. Depois de algumas semanas trabalhando somente com a rotina e o ritual do sono da Lis , avançamos no projeto “Dormir uma noite inteira”. Passamos o berço para o quarto dela e com todo amor do mundo ensinamos a Lis dormir sem nenhum tipo de estímulo. Foi difícil, mas confesso que foi mais tranquilo do que eu pensei. O primeiro dia foi o mais complicado, passamos a madrugada em claro, mas no segundo dia já tivemos uma melhora significativa: 8 horas ininterruptas de sono! Parecia um sonho. No terceiro dia em diante, era colocar no berço, sair do quarto, fechar a porta e logo adormecia. Uma benção! 
  • Não deixe seu bebê sem dormir por muito tempo. Esse foi mais um grande erro da família. Por um longo tempo nós pensávamos que quanto mais cansada a Lis estivesse melhor seria. O correto é justamente o contrário: quanto mais descansados e relaxados os bebês estão, adormecerão mais facilmente favorecendo assim uma boa noite de sono. É sempre importante respeitar a janela de sono dos bebês, ou seja, o tempo que eles podem ficar acordados. 
  • Diminua o ritmo da casa. Outro grande erro! Televisão ligada, luzes acessas, brincadeiras e estímulos perto da hora de dormir? Problemas na certa! O ideal é que pelo menos 1 hora antes do sono noturno, todo o ritmo da casa seja reduzido: TV desligada, pouca luz acessa, brincadeiras suaves e sem muito estímulo. Aos poucos o bebê vai perceber que isso indica que está chegando a hora de dormir. 
  • Peça ajuda de um profissional. A profissão Consultora do Sono não é muito conhecida e nem sempre viável financeiramente. Eu não me arrependo nenhum pouco em contar com a ajuda de uma profissional. Elas estudam a rotina de cada família e elaboram um plano de sono especifico para cada bebê. Foi o melhor investimento que fiz e indico sem medo. Não há nada melhor para uma mãe cansada do que dormir longas horas de sono!

Não espere que seu bebê melhore da noite para o dia. Alguns, com o passar dos meses melhoram sim, já para outros, a dificuldade para dormir permanece por anos.

Tente colocar em prática algumas dessas dicas e já penso que você já notará algumas diferenças. Vale a pena o esforço.

Compartilhe com a gente sua experiência com as  noites de sono do seu filhote!

Não deixe de curtir, comentar e compartilhar!

Um super beijo e até a próxima!

Para conhecer mais sobre o trabalho da  Michele, nossa consultora do sono, acesse o site http://www.maternitycoach.com.br/

Deixe seu comentário