Cuidados com o recém-nascido – Parte 2

Olá Adorável Mãe! Tudo bem com você?

No post anterior contei um pouco como foram os primeiros momentos assim que a Lis chegou em casa, os meus medos e ansiedades e compartilhei algumas dicas simples que foram fundamentais na adaptação do recém-nascido com a família e principalmente com a mãe.

Então continuamos nossa lista de Dicas. Clique aqui para ler a primeira parte do post

6) Converse com seu filho desde o primeiro de vida. Em nossa primeira consulta com a pediatra da Lis  ela nos deu o seguinte conselho: “Trate sua filha como um ser inteligente! Explique tudo o que está acontecendo com ela, converse sobre o que irá fazer, sobre o tempo, sobre a família, enfim… converse sobre tudo!” Usamos isso até hoje e temos um retorno surpreendente.

7) Muita calma na hora do choro. Bebês choram e alguns podem chorar muito! Por isso tentemsempre manter a calma. Pode não parecer, mas eles são extremamente sensíveis ao que estamos sentindo. Não adianta nada estar uma pilha de nervos enquanto tenta acalmar seu bebê, muito provavelmente isso não dará certo. Se for o caso, peça para que alguém da casa segure o seu bebê por alguns instantes enquanto você relaxa um pouco e depois tente acalmá-lo novamente. O choro é a única forma de comunicação do bebê, e geralmente tem uma ordem simples para descobrir o motivo de tantas lágrimas: Fome, fralda suja, fome, frio ou calor, fome, precisando de um aconchego e pode ser fome também.

8) Cólicas. Elas são um fantasma que assombram a maioria das mães. Infelizmente fazem parte do amadurecimento do sistema digestivo do bebê. Nos primeiros sintomas de cólicas da Lis mudei a minha alimentação e compramos um sling (o calor da mãe e a posição fetal ajudam muito a aliviar as dores) e praticamente não tivemos mais esse problema. Como saber se o seu bebê está com cólicas? Fique tranquila: Você vai perceber que se bebê está com dor, só pelo choro, geralmente um choro mais “gritado”.

9) Posição para dormir. Bebê dormindo, só de barriga pra cima. Atualmente não se aconselha que os bebês durmam de lado como foi ensinado durante muitos anos. Atualmente pesquisas mostram que colocar o bebê dormindo de barriga para cima pode reduzir em até 70% o risco de morte súbita.

10) Água e sono, por favor. Beba muita água, em média 3 litros por dia. Quanto mais água beber, mais leite terá! Além de água você precisará de algumas doses extras de sonecas. Você sabia que o leite materno é produzido também enquanto você dorme? Então basicamente a receita para ter leite é: Beber muita água, dormir sempre que possível e amamentar em livre demanda. Lembre-se que o corpo só produz mais leite depois que a mama está vazia, então não adianta estocar.

11) Permita a colaboração do pai. Eu sei que lá no fundo nós mulheres pensamos que nossos companheiros não são tão confiáveis assim para cuidar de um bebê tão pequeno, mas dê a ele essa oportunidade, a participação do pai é muito importante não só para nós, mas como também para a criança. São poucos dias que eles poderão ficar em casa conosco, portanto aproveite-o. Delegue e confie!

Confiança nele e em você! Tudo dará certo! O erro também faz parte do aprendizado. Não se culpe por não conseguir alcançar aquilo que você tinha planejado durante a gravidez. A vida real é bem diferente, e isso não é ruim! São nesses momentos que aprendemos e amadurecemos.

Um super beijo

Curta, compartilhe nas suas redes sociais e deixe seu comentário.

E até breve

Clique aqui para ler a primeira parte deste post.

One thought on “Cuidados com o recém-nascido – Parte 2

Deixe seu comentário